Kuarup

Kuarup na aldeia Yawalapiti no Xingu, em Mato Grosso. Por @ricardostuckert

“O Kuarup do ano de 2020 foi em homenagem ao meu pai, cacique Aritana Yawalapiti.

É um ritual sagrado e milenar para homenagear pessoas importantes para o nosso povo.

É fundamental a realização do Kuarup aqui na aldeia. Assim, conseguimos mostrar que a nossa cultura continua forte e que temos orgulho de ser o povo Yawalapiti”- Tapi @yawalapiti, filho do cacique Aritana, que aos 71 anos foi vítima da Covid-19. ninja.foto

O Kuarup é um ritual de homenagem aos mortos ilustres, celebrado pelos povos indígenas da região do Xingu, no Brasil. O rito é centrado na figura de Mawutzinin, o demiuro e primeiro homem do mundo da sua mitologia. Kuarup também é o nome de uma madeira. Em sua origem, o Kuarup teria sido um rito que objetivava trazer os mortos de novo à vida. Museu do Índio

O Kuarup ocorre sempre um ano após a morte dos parentes indígenas. Os troncos de madeira representam cada homenageado. Eles são colocados no centro do pátio da aldeia, ornamentados, como ponto principal de todo o ritual. Em torno deles, a família faz uma homenagem aos mortos. Passam a noite toda acordados, chorando e rezando pelos seus familiares que se foram. E é assim, com rezas e muito choro, que se despedem, pela última vez. Funai

Ha’evete: A Invasão do Brasil, Troca Cultural: Encontros e Acampamentos, Caminho do Peabiru que levava nativos do Atlântico para o PacíficoAldeia 360° – Tekoa Itakupe, EducaçãoQue tal uma visita!!!, Nhemongarai

MBAE´MO PARA

Retribua, contribua e fortaleça a arte e cultura dos povos originários do nosso planeta

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s